Encontra Sua Receita

Carregando...

domingo, 28 de abril de 2013

“O Vinagre dos Quatro Ladrões de Marselha”.




Também é conhecido conhecido com vinagre de Marselha, trata-se de um preparado a base de ervas e especiarias, curtidas no vinagre. Conta a lenda que em meados do século XVII (a data varia de acordo com a fonte) a cidade de Marselha era assolada pela peste negra. Um grupo de quatro ladrões, arriscava fazer o que ninguém mais tinha coragem: entrar nas casas de pessoas contaminadas e roubar qualquer coisa que encontrassem. Era tanta a audácia dos criminosos, que ninguém se atrevia a detê-los.


Quando foram finalmente capturados, revelaram (não se sabe se sob tortura, ou sob promessa de perdão pelos crimes cometidos) como se mantinham imunes à peste mesmo com tanta proximidade com a doença: relataram que encontraram em uma biblioteca uma receita de vinagre com ervas que lhes protegeria de qualquer mal. Essa receita foi amplamente divulgada para ajudar as pessoas a se protegerem da epidemia que se alastrava. E acabou conhecida como “O Vinagre dos Quatro Ladrões de Marselha”.

Receita:

A receita varia muito, assim como detalhes da lenda. A única coisa que podemos afirmar com certeza, é que os ingredientes apresentados nela, hoje são conhecidos por suas propriedades antissépticas, antibacterianas e também capacidade de espantar insetos (a peste bubônica era transmitida por uma pulga). A receita a seguir foi retirada do livro The British Flora Medica, de Benjamin H. Barton e Thomas Castle de 1838.
Aqui vai a receita, traduzida e adaptada para o sistema métrico nacional, mas se você tiver intimidade com onças e dracmas, pode seguir a receita original.
Galhos de alecrim, seco . . . . . . . . . . . . . . . 30 g
Flores de sálvia, seca . . . . . . . . . . . . . . . . . 30 g
Flores de lavanda, seca . . . . . . . . . . . . . . . 15 g
Arruda, fresca . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .   22 g
Cânfora, dissolvida em aguardente . . . . . . . 7,5 g
Alho, cortado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1,8 g
Cravos, moídos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 0,5 g

Vinagre de vinho destilado, o mais forte . . 1 litro
Misture bem os ingredientes em um recipiente e complete com vinagre. Reserve por sete ou oito dias, agitando ocasionalmente. Com ajuda de um funil e um algodão ou gaze, coe a mistura e coloque em uma garrafa esterilizada, de preferência opaca e guarde longe da luz e calor. Utilize como desinfetante normal e também para limpeza lustral do ambiente.

Nenhum comentário: